Home Sudeste Minas Gerais Aquário do Rio São Francisco com mais de 1200 espécies de peixe

Aquário do Rio São Francisco com mais de 1200 espécies de peixe

12 min read
0
385

BELO HORIZONTE/MINAS GERAIS – BRASIL – Belo Horizonte possui o maior aquário de água doce do Brasil. Com aproximadamente três mil metros quadrados, ele é o primeiro a retratar exclusivamente a vida na Bacia do São Francisco. E oferece estudos sobre biologia, criação e manutenção de peixes em cativeiro.

O aquário fica no Jardim Zoológico de BH e representa uma parte do Rio São Francisco a ser protegido e conhecido. Ao visita-lo, o público terá a oportunidade de conhecer diferentes espécies de peixes e obter informações sobre o “Velho Chico”.  Entre os destaques da ictiofauna (conjunto de peixes de uma região ou ambiente) do Rio São Francisco que poderão ser conhecidos estão surubins, dourados, curimatãs, matrinxãs e vários outros.

O aquário tem o propósito de preservar as espécies

 

São 1.200 peixes de 50 espécies, 22 tanques nos dois pavimentos com 1 milhão de litros de água, espécies como pirambeba,  piau-três-pintas, mandi prata, cascudo e surubim. Além disso, o aquário São Francisco, com capacidade para 450 mil litros de água, representa um “braço” do Velho Chico, com uma cenografia que apresenta tanto a margem quanto o fundo do rio.  Auditório, espaços de exposição lúdicos, jardins, laboratório, lagoa marginal, lanchonete e lojinha.

Av. Otacílio Negrão de Lima, 8000 – Pampulha.
Horário: abre terça feira a domingo às 08h30min e
fecha às 16 horas. Telefone: (31) 3277-8489

ABAV Expo 2018 define os seis eixos da Vila do Saber

A 46ª ABAV Expo Internacional de Turismo e 50º Encontro Comercial BRAZTOA já tem  confirmados os seis eixos que nortearão a programação da Vila do Saber este ano.

Alinhada com o conceito ABAV Conecta, a área que ancora a programação do Congresso ABAV de Turismo,  abrigará seis arenas – cinco reservadas à exposição de conteúdo em forma de palestras inspiradas nos eixos Conexão, Gestão, Segmentação, Transformação e Tecnologia, e uma dedicada à apresentação de painéis com temas diversos.  A Vila do Saber vem maior este ano, em área e capacidade de público. Cada arena terá 70 assentos e poderá  abrigar até 420 pessoas, somadas as seis apresentações que ocorrerão, simultaneamente, entre 14h e 17h, nos três dias do evento.  As palestras terão a duração de meia hora, mais 15 minutos de interação do apresentador com o público.

A partir dos seis pilares, a programação está sendo construída sob a coordenação do Instituto de Capacitação e Certificação da ABAV (ICCABAV), e a curadoria das  Mestres  da Hospitalidade, que teve renovada a parceria com a ABAV Expo. Uma das participações já confirmadas é a do ABAV Tech, o grupo de trabalho de tecnologia da ABAV, que entre os assuntos vai destacar a utilização de softwares livres (open sources) pelas agências de viagens.

A  46ª ABAV Expo Internacional de Turismo e
50º Encontro Comercial BRAZTOA se realizará
de 26 a 28 de setembro no Anhembi (SP), das 12h às 20h.
Mais informações: www.abavexpo.com.br

 

O presidente da ABAV Nacional, Geraldo Rocha, entre a coordenadora do ICCABAV, Beatrice Borges, a supervisora de Eventos, Jerusa Hara, e as sócias na Mestres da Hospitalidade, Shirley Salazar e Andrea Nakane, que renovam a parceria com a entidade na curadoria da Vila do Saber 

2ª edição do Fórum de Estudos Turísticos já tem data confirmada

Evento que foi sucesso em 2018, o Fórum Gramado de Estudos Turísticos já tem data confirmada para 2019: ocorre de 09 a 11 de maio em Gramado, na Serra Gaúcha. No dia 11, o Governador do RS, José Ivo Sartori, recebeu no Palácio Piratini em Porto Alegre, um dos organizadores do evento e vereador de Gramado,  Luis  Barbacovi.  No encontro o Governador recebeu agradecimentos pela participação na edição de 2018 e também foi convidado para a segunda edição.

Realizado em abril, o Fórum Gramado de Estudos Turísticos buscou debater e trabalhar o turismo como ciência sustentável dos diversos destinos. Em meio aos painéis, palestra e “cases” sobre destinos turísticos variados, o Fórum Gramado recepcionou cerca de 650 profissionais de 20 Estados brasileiros na Sociedade Recreio  Gramadense  e na Câmara de Vereadores, contando com o suporte acadêmico da Universidade de Caxias do Sul (UCS).


Equipe do Fórum realizado este ano em Gramado

O Fórum Gramado de Estudos Turísticos foi uma realização do SindTur Serra Gaúcha e contou com o apoio da Prefeitura de Gramado e da Câmara de Vereadores de Gramado, com organização da Rossi & Zorzanello.

Mais informações no site:

www.forumgramado.com.br

Roteiros de ecoturismo em unidades de conservação

Praticantes participam dos passeios nos parques

Com o intuito de aumentar o fluxo turístico nas unidades de conservação, o Projeto de Fomento ao Turismo nos Parques atua na melhoria da estrutura, comercialização e promoção dos serviços dessas unidades e suas regiões.  

Ao todo contempla 17 parques naturais de Minas Gerais, sendo eles: Parque Estadual de Ibitipoca, Parque Estadual  do Itacolomi, Parque Estadual Lapa Grande, Parque Estadual Mata do Limoeiro, Parque Estadual Nova Baden, Parque Estadual do Rio Doce, Parque Estadual do Rio Preto, Parque Estadual  Serra do Brigadeiro, Parque Estadual do Sumidouro, Monumento Natural Gruta Rei do Mato, Monumento Natural Peter Lund, Parque Nacional da Serra do Cipó, Parque Nacional do Caparaó, Parque Nacional do Itatiaia, Parque Nacional da Serra da Canastra e Parque Nacional Cavernas do Peruaçu.


A natureza encanta o público

Além das viagens de reconhecimento promovidas  pelo  “Minas Recebe”, estão previstas diversas ações para o desenvolvimento dos parques, como a criação de um software que unifique as informações levantadas nestes espaços sobre o perfil dos visitantes, produção de material promocional, realização de seminários de sensibilização, qualificação e participação em feiras e eventos.

Viabilizar a realização de “press-trips”  com importantes veículos de comunicação e blogs de viagens que conhecerão as regiões e terão a oportunidade de conferir a visibilidade dos atrativos diretamente com o turista. O projeto tem como objetivo permitir que novas atividades  sejam   incluídas em seus roteiros. O projeto é uma ação do Governo de Minas e está incluso no Pacto pelo Cidadão.

A realização acontece por meio da SETUR-MG, em parceria com o IEF e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Coluna:  Minas TURISMO Gerais

Jornalista Sérgio Moreira

Iinformações para sergio51moreira@bol.com.br