Home Ibero-America Argentina Argentina conquistou as ruas de Madri com o tango.

Argentina conquistou as ruas de Madri com o tango.

8 min read
0
212

 BUENOS AIRES/ARGENTINA -Palco ao ar livre, música, dança e a destacada presença da bailarina argentina Mora Godoy, foram um excelente combo para desfrutar na tarde-noite de Madri. Os transeuntes puderam ver o show que aconteceu diante da Puerta de Alcalá e que teve como objetivo mostrar o tango, dança popular de Buenos Aires, no contexto da Participação da Argentina na maior feira de turismo da Espanha.

O show começou com a música “La Yumba”, de Osvaldo Pugliese, continuou depois com um adagio romântico e finalizou com “La Cumparsita”. Mora Godoy esteve acompanhada do bailarino Ramiro Javier Izurieta e enquanto dançavam, podiam se ver imagens dos destinos turísticos da Argentina no telão colocado para a ocasião.

 A Puerta de Alcalá se encontra na rotatória da Plaza de la Independencia e é um símbolo de Madri por ser uma das históricas portas reais que davam acesso ao centro da capital espanhola. Sua construção finalizou em 1778 por ordem de Carlos III. Atualmente é um ícone turístico da cidade e é uma zona de bares e restaurantes.

 Mora Godoy, além de bailarina, é coreógrafa, diretora e produtora. Desde 2002 ela percorre o mundo com seu conjunto de dança Mora Godoy Tango Company e é uma das máximas expoentes argentinas do tango.

O tango

 O tango é uma dança tradicional originária dos bairros mais humildes da cidade de Buenos Aires no século XIX. A Argentina teve grandes representantes muito populares que cantaram, tocaram ou dançaram tango e reconhecidos internacionalmente como Carlos Gardel, Astor Piazzolla ou Roberto Goyeneche, entre tantos outros. Além de um ícone de Buenos Aires, foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO em 2009 e por esse motivo é uma atração destacada para os turistas internacionais.

 A ativação da promoção do tango argentino se encontra dentro de várias ações que são realizadas no contexto da feira de turismo FITUR, na qual, em sua segunda jornada aconteceram reuniões com as linhas aéreas Air Europa e Plus Ultra com a finalidade de poder reestabelecer as rotas aéreas à Argentina quando o turismo se reativar, aumentar as frequências em comparação com os níveis prévios à pandemia e gerar novas rotas.

 Além disso, o Presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, passou pelo stand da Argentina e deu um presente ao Ministro do Turismo e Esportes da Nação, Matías Lammens, e conversou com o Secretário Executivo do Instituto Nacional de Promoção Turística, Ricardo Sosa, ambas as autoridades que chefiaram a delegação argentina.

Argentina introduzida na ASICOTUR

 Por outra parte, apresentou-se a introdução da Argentina, por meio do INPROTUR como membro da Associação Internacional para a Cooperação Turística (ASICOTUR), com a finalidade de buscar um melhor posicionamento turístico no mundo. A Asicotur é uma organização sem fins lucrativos que busca incentivar a cooperação entre os destinos turísticos, transferir conhecimentos, chegar a um consenso de ideias e compartilhar resultados e experiências, entre outros objetivos.

 Além disso, as autoridades tiveram uma reunião com os representantes da World Travel Tourism Council e com as Agências de Viagem Online e Tour Operadores como eDreams Odigeo, Viajes El Corte Inglés, entre outras, para mostrar os destinos, experiências e oportunidades que terão para oferecer a seus clientes em um país com amplas possibilidades para o turista estrangeiro.

A Argentina participa da Feira FITUR que se desenvolve de 19 a 23 de maio na cidade de Madri, Espanha, com o objetivo de poder gerar negócios, buscar investimentos e posicionar o país como destino turístico internacional para quando as fronteiras se abrirem e a situação sanitária permitir. Na presente edição, os protocolos sanitários aumentaram com a finalidade de que o vírus da COVID-19 não se propague e não seja um foco de contágio.

O stand da Argentina de mais de 450 m2 conta com medidas adicionais para poder assegurar a distância social, a circulação do ar e a sanitização de todo o espaço. Também é obrigatório o uso de máscaras faciais e toda a delegação conta com um kit de proteção.

Fotos: Divulgação
Fonte: INPROTUR/AR