Home Sul Santa Catarina Carta de URUBICI reivindica conclusão do Caminho das Neves

Carta de URUBICI reivindica conclusão do Caminho das Neves

8 min read
0
146

PORTO ALEGRE/RIO GRANDE DO SUL – BRASIL – O Presidente Nacional da ABRAJET- Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo, Evandro Novak/SC, entrega na quarta-feira (04/12/2019) a Carta de URUBICI ao Ministro de Turismo Marcelo Álvaro Antônio. O documento, assinado durante a realização do 36º Congresso Nacional de Jornalistas de Turismo – realizado entre os dias 27 de novembro a 1º de dezembro, em URUBICI/SC – reivindica a conclusão de obras de infra-estrutura, entre essas a rodovia BR- 438, denominada de Caminho das Neves, que liga São Joaquim ao município de Bom Jesus. Além da construção da ponte das Goiabeiras, sobre o rio Pelotas, falta concluir cerca de 10 quilômetros da rodovia no lado catarinense e construir cerca de 50 quilômetros no Rio Grande do Sul.

A Importância dessa rodovia, em especial da ponte das Goiabeiras, não é somente para o turismo, mas também para a integração regional. As atividades econômicas entre os dois estados, naquela região de planalto, são idênticas, como o turismo, o cultivo de maças, uvas e vinhos, além de muitas atividades rurais. Os empresários hoteleiros Wirto Schaeffer, do URUBICI Park Hotel, Rômulo de Oliveira, do hotel Fazenda do PANELÃO, junto com Jaziel de Aguiar Pereira, de Bom Jesus, lembram que a luta para ver a rodovia ser aberta, remonta o século passado. “A ponte tem 120 metros de comprimento e já ruiu, em algum trechos, sete vezes. O conserto vem sendo feito pelos usuários, sejam produtores rurais, caminheiros, trabalhadores comuns, pois muitos pais trazem as crianças para frequentar a escola em Santa Catarina. É um absurdo que desde 1992 estejamos fazendo gestões para construir essa ponte e não tenhamos tido respaldo”, desabafa Jaziel, que foi vereador e no período do seu mandato cuidou do tema com afinco.  Como a escola da vila de Santo Inácio, em Bom Jesus, fechou (até mesmo a vila é uma cidade deserta), alguns pais precisam levar os filhos ao outro lado para atividades escolares.

Entrega do documento

A entrega do documento, que foi resultado de debates e pedidos de autoridades, empresariado da região da serra catarinense e também do Rio Grande do Sul, ocorre durante a reunião do Conselho Nacional do Turismo e entrega do Prêmio Nacional do Turismo 2019, no Palácio das Artes, em Belo Horizonte. A expectativa dos responsáveis pela Carta de URUBICI é de que a autoridade do setor de turismo tenha um olhar diferenciado para aquela região turística. A destinação de recursos federais para a obra seria possível, conforme Jaziel, pois graças a luta da comunidade, o trecho foi incluído no Sistema Nacional, o que significa que a rodovia foi federalizada. Só que, desde então – isso por volta de 2016 – nem projeto apareceu, ainda.

De acordo com o Prefeito de URUBICI, Antônio Zilli, toda a região seria do planalto serrano dos dois estados seriam beneficiados com a construção da ponte das Goiabeiras e da BR- 438. “A natureza privilegiou essa região toda, com paisagens únicas e isso, somado com a temporada de frio extremo, unido ao trabalho com que cada serrano desempenha para bem receber um turista, nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”. Aprovaram a Carta de URUBICI, além de Evandro Novak e de Zilli, os prefeitos Giovani Nunes de São Joaquim e Everaldo Capistrano de Bom Retiro; o Secretário de Comunicação do Governo de Santa Catarina, Ricardo Gomes Dias; o Presidente da Comissão de Turismo da Assembléia Legislativa Catarinense, deputado Ivan Naatz e o Secretário de Relações Internacionais do Ministério de Turismo, Bob Santos. “A comunidade serrana e autoridades catarinenses manifestaram seus anseios aos jornalistas que estavam na cidade em seu Congresso. Nós apoiamos, pois temos como missão divulgar o turismo e, claro, levar à sociedade as reivindicações que nos chegam desta área”, avalia Novak.

Outros pedidos são com vistas a conclusão da SC- 370, na serra do Corvo Branco entre as cidades de URUBICI e Grão Pará, um trecho de 57 km e a conclusão da ligação da rodovia da Serra da Rocinha, a chamada Rota dos Jesuítas, essa entre Bom Jardim e São José dos Ausentes.

Participaram do Congresso da ABRAJET Nacional 70 jornalistas de 13 Estados brasileiros: Bahia, Sergipe, Paraíba, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Pará, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais, Tocantins, Alagoas, além de profissionais de várias cidades de Santa Catarina.

Fotos/ Gilberto Sander Müller
FONTE: Jornalista Jurema Josefa
(MTB 3.882/RS)
FONE: 51 984040711
jurema.josefa.silva@gmail.com