Home Sudeste São Paulo EXCLUSIVO Secretário Lastra: “O turismo na Argentina tem tudo para bater o recorde histórico em 2019″

EXCLUSIVO Secretário Lastra: “O turismo na Argentina tem tudo para bater o recorde histórico em 2019″

13 min read
0
117

SÃO PAULO/SP – BRASIL – O Secretário de Desenvolvimento e Promoção Turística da Nação Argentina Lic. Alejandro Lastra esteve no Brasil para participar da ABAV EXPO 2019 e, na tarde de quinta-feira (26), recebeu o Jornal Sierramar no estande de 160 metros quadrados do seu país para uma entrevista exclusiva.

Na oportunidade, Lastra estava acompanhado pelo Cônsul Geral (Consulado Geral e Centro de Promoção da República Argentina em San Pablo), Luis Castillo;  o Cónsul Geral Adjunto (Consulado Geral e Centro de Promoção da República Argentina em San Pablo), Marcos A. Bednarski; o Secretario da Câmara Argentina de Turismo – CAT Marcelo García e a coordenadora de Mercados do INPROTUR
( Instituto Nacional de Promoción Turística ), Natalia Pisoni.

Turismo 2019 com recordes históricos

Segundo o Secretário Lastra, “2019 está batendo alguns recordes históricos em matéria de turismo. Julho foi o mês de maior ocupação hoteleira na Argentina e tudo indica que essa tendência de crescimento se manterá até o final do ano”. No ranking que foi publicado, a Argentina é a 7a. colocada em crescimento em matéria turística no mundo em 2019. O país vizinho cresceu a 9,4 % nesses 7 meses quando a média mundial está entre 3 e 4 %. Alguns atribuem esse crescimento ao beneficio cambial mas desde 2016 o turismo já vinha crescendo sem esse beneficio e tem algumas decisões que, segundo o secretário são importantes para que isso aconteça.

1- Estratégia de promoção internacional, não somente a presença física da INPROTUR e dos escritórios regionais nas feiras internacionais, mas também a estratégia digital que vem crescendo cada vez mais e permite medir a eficiência na promoção turística., através do aumento de consultas e clicks gerados.

2 – Decisões do governo – como a de abrir as portas ao mundo através de grandes eventos, como o 13ª reunião do Grupo dos 20 (G20) que teve lugar nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro de 2018 na cidade de Buenos Aires, Argentina, sendo a primeira cúpula do G20 realizada na América do Sul, de melhorar as relações bilaterais em todos os sentidos e no turismo, a Lei de Devolução do IVA ,que apesar de ter sido sancionada em 2001, só foi colocada em prática em 2016, e que melhora a competitividade;

3- A conectividade aérea – Tem um antes e um depois já que hoje temos praticamente o dobro de lugares disponíveis, o dobro de voos disponíveis, não somente com os diversos países do mundo mas também dentro da Argentina o que se torna muito importante num país com uma extensão de mais de 5.000 km entre um extremo e o outro. Reforma de 20 aeroportos em 4 anos e mais companhias aéreas voando.

4- Empresas Low cost que entraram unindo rotas que antigamente não existiam e encareciam o valor dos bilhetes aéreos, além de diminuir a demora de deslocamento já que praticamente todos os voos deviam passar por Buenos Aires.

5- Regime de feriado longo que se formalizou há 3 anos. Facilita o turismo interno, pois é uma tendência internacional viajar mais vezes no ano por períodos menores. Conhecer o calendário de feriadões permite programar as viagens com bastante antecedência.

Promoção conjunta

  
Cônsul Geral (Consulado Geral e Centro de Promoção da República Argentina
em San Pablo), Luis Castillo e Cónsul Geral Adjunto em São Paulo Marcos A. Bednarski 
  
Secretario da Câmara Argentina de Turismo – CAT Marcelo García e a coordenadora
de Mercados do INPROTUR ( Instituto Nacional de Promoción Turística, Natalia Pisoni

Outro diferencial que colabora para o sucesso do segmento  é que existe uma união entre vários órgãos públicos, consulados e iniciativa privada que reconhecem que o turismo é una atividade chave que gera muitos empregos e estão todos dedicados a fomentar o turismo.

A CAT ( Cámara Argentina de Turismo) trouxe diversas empreendimentos, Casas de Tango, Locadoras de carros, Parques, hotelaria e agentes de viagens para a ABAV EXPO.

Os Consulados, sempre presentes e colaborando em todas as iniciativas, com a presença dos Srs. Cónsules na ABAV EXPO. Pessoas que entendem a importância do turismo

Demanda brasileira por diversas regiões

Buenos Aires ainda concentra a maior parte dos visitantes brasileiros mas outros destinos tem atraído o interesse dos turistas ao longo dos últimos anos.

O Enoturismo , o Malbec Day , atividades em conjunto com Bodegas Argentinas também geram muito interesse em função da alta qualidade dos vinhos do país irmão. Argentina tem 15 províncias com elaboração de vinhos. Mendoza lidera com 85 /87% da produção e existem mais de 200 vinícolas com visitação aberta aos apreciadores do enoturismo.

Novos produtos turísticos emergem e a demanda brasileira atualmente se espalha por diversas regiões.

Turismo LGBT tem crescido bastante


ABAV EXPO 2017 – Foto: Wilson B. Sierra

Conforme Lastra, existe uma tarefa de promoção do segmento LGBT, realizada pela Câmara de Comercio Gay Lésbica da Argentina, que vem trabalhando continuamente e tem sido apoiada pelo governo e pela iniciativa privada. Além de participar em feiras específicas que se realizam em Londres, Nova Iorque, Barcelona, etc, tem participado em parceria com o INPROTUR de férias nacionais e internacionais de turismo. É muito importante disponibilizar para ao público específico o interesse e o respeito que merece. Todo mundo é bem recebido, não somente em Buenos Aires mas em Bariloche, Mendoza, Puerto Madryn, entre outros destinos. Isso tem tornado a Argentina uma referencia no turismo LGBT ao longo dos últimos anos.

Geração de empregos

Estamos certos de que o turismo é uma das maiores ferramentas de criação de empregos no mundo, comenta o secretário Lastra. Segundo ele, uma pesquisa realizada por una consultoria contratada pela OMT ( Organização Mundial do Turismo) apurou que atualmente 1 de cada 9 empregos são gerados pelo turismo. O estudo também aponta que daqui a no máximo 10 anos, 1 em cada 6 empregos serão gerados pelo turismo.

O Turismo é a mais federal de todas as atividades, principalmente em países como Argentina e Brasil que tem dimensões continentais. Pode gerar empregos em lugares onde nenhuma outra atividade pode, por isso a importância de se fazer uma promoção conjunta do turismo, conclui Lastra.

Comitiva nacional 


Foto: Divulgación INPROTUR

A comitiva nacional encabeçada pelo Secretário Lastra esteve também integrada por Aerolíneas Argentinas, Secretaria de Estado de Turismo de Santa Cruz, Secretaria de Turismo de Villa La Angostura, Iguazu Turismo Ente Municipal (ITUREM), Ente Turístico Rosario, Ministerio de Cultura e Turismo de Jujuy, EMPRTOUR de Bariloche, Ente Mendoza Turismo , Ministerio de Cultura, Deporte y Turismo de laProvincia de Salta, Secretaria de Turismo y Cultura de Entre Ríos, Municipalidad de Ushuaia, Secretaria de Turismo de San Martin de los Andes e empresas privadas convocadas pela Cámara Argentina de Turismo (CAT).

Fotos: Wilson B. Sierra
Jornalista Marisa B. Krás Borges
marisa@sierramar.com.br
Fone: 55 51 999-236-7763