Home ABRAJET Jornalista mais antigo do O POVO, José Mário Pinto, morre aos 83 anos

Jornalista mais antigo do O POVO, José Mário Pinto, morre aos 83 anos

5 min read
0
342

FORTALEZA/ CEARÁ – O jornalista José Mário Pinto morreu na noite deste domingo, 28, aos 83 anos. Ele estava internado desde quinta-feira, 25, por conta de uma pneumonia. José Mário tinha 61 anos de profissão, e faria 54 anos de O POVO em abril deste ano.(Foto:Camila de Almeida)

Até outubro de 2016, ele assinava a coluna Turismo S/A no O POVO Online e também atuava como repórter do núcleo de Conjuntura. Ele também assinou a coluna Três Armas. O diretor de jornalismo do Grupo de Comunicação O POVO, Arlen Medina Néri, agradeceu a dedicação do profissional. “Ele foi, durante muitos anos, um dos mais influentes editores de Turismo nacional. E deu importante contribuição à imagem que o Ceará tem hoje dentro e fora do País”, reconheceu.

Destaque

 O editor-executivo de Política, Guálter George, destacou a dedicação de José Mário Pinto nos últimos anos na redação, na consolidação de textos nacionais e internacionais. Para ele, o jornalista “melhorou o nível de experiência da equipe, muitas vezes, marcadas pela juventude”.

“O ganho ao noticiário deste olhar que ele permitia era notório. Tinha como tocante sua disposição de se manter no frenético ritmo diário de uma Redação, mesmo após tanto tempo de O POVO e numa atividade tão desgastante quanto é o jornalismo”, disse.

Filho mais novo do jornalista, Mário Kennedy, 55, diz que o seu pai era um “homem de muitas amizades e de boa vontade”. “Sempre gostou de contar a todos sobre as viagens que fazia na cobertura de Turismo”, lembrou. José Mário Pinto deixa três filhos.

Trajetória

 
José Mario Pinto foi presença permanente no Festival de Turismo de Gramado/RS-Brasil

José Mario Pinto iniciou a carreira como jornalista no O POVO, onde permaneceu por 61 anos. Durante sua trajetória profissional, ele trabalhou ainda em rádio, TV e assessoria de comunicação.

Primeiro-tenente do Exército e com bons relacionamentos na área militar, o jornalista dedicou-se à cobertura de assuntos relacionados aos militares durante boa parte da sua vida profissional.

Na década de 1970, ampliou a produção para o jornalismo de turismo, tornando-se um dos primeiros jornalistas do Estado a cobrir especificamente esse tema.

José Mario foi um dos fundadores da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (ABRAJET), na década de 1980, da qual foi presidente. Também integrou o Conselho Estadual de Turismo no governo Gonzaga Mota e foi chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Administração, na gestão do prefeito José Walter Cavalcante.

Prêmios e condecorações

Durante sua carreira, o jornalista colecionou prêmios e condecorações pelo trabalho desenvolvido na comunicação. Entre eles, o Prêmio Imprensa de Turismo (1998), Troféu dos Skal Clubes (1999), Prêmio Master de Turismo (1999), Prêmio Santos Dumont de Jornalismo (2007) e Troféu Pioneiro Imprensa do Turismo (2008).

FONTE: JORNAL O POVO /FORTALEZA/CEARÁ – BRASIL