Home Centro-Oeste Distrito-Federal Marx Beltrão recebe os Ministros do Turismo da Argentina, Paraguai e Uruguai, além de representante do BID

Marx Beltrão recebe os Ministros do Turismo da Argentina, Paraguai e Uruguai, além de representante do BID

6 min read
0
362

BRASÍLIA/DISTRITO FEDERAL – BRASILOs países do MERCOSUL enviam, juntos, quase a metade de todos os turistas internacionais que o Brasil recebe. No último ano, dos 6,6 milhões de visitantes estrangeiros que desembarcaram no país, 3 milhões vieram do bloco econômico.

Para discutir como intensificar ainda mais esse fluxo turístico e atrair mais visitantes de outras partes do mundo para a região, os representantes máximos do Turismo do Brasil, Marx Beltrão; Argentina, Gustavo Santos; Uruguai, Liliam Kechichian e Paraguai, Marcela Bacigalupo, se reuniram nesta quinta-feira (8) em Maceió.

Estratégia promocional

Sob a coordenação de Marx Beltrão, os ministros alinharam uma estratégia de promoção conjunta nos mercados distantes, como a China defenderam a aproximação do turismo com o Patrimônio Histórico e tratara da criação de roteiros integrados entre os países membros do bloco econômico, a exemplo do que ocorre com a Rota das Missões Jesuíticas, que une o Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia e Paraguai. Ao final da XIX Reunião de Ministros do Turismo do MERCOSUL, os participantes assinaram uma declaração conjunta a favor do fortalecimento dos parques temáticos como indutores do turismo na região.

Importância dos Parques Temáticos

“Recentemente estive em Orlando numa reunião da principal entidade que representa os parques temáticos no mundo e tive a oportunidade de ver a importância desses parques para movimentar o setor de viagens. Só a EURODISNEY recebe mais que o dobre de visitantes que a Torre Eiffel”, comentou o ministro Marx Beltrão.

No Brasil, o custo para compra de equipamentos para os parques é até 2,34 vezes mais alto se comparado ao valor praticado nos EUA, por exemplo. O país cobra imposto de importação para equipamentos sem similares nacionais e IPI que gira de 10% a 20%. “Se conseguirmos aprovar as medidas em andamento, de acordo com o próprio mercado, teremos cerca de 60 mil empregos e um investimento de R$ 2 bilhões em nosso país nos próximos cinco anos”, completou o ministro.

Promoção conjunta

Marx Beltrão defendeu, ainda, a promoção conjunta e o roteiro integrado nos países do Mercosul como caminho para tornar o turismo no bloco econômico mais competitivo no cenário mundial. “Temos ofertas turísticas complementares. Se a Argentina tem a neve, nós temos o sol e praia, eles têm o tango e o doce de leite, nós a feijoada, samba e forró”.

Entre as ações em discussão está a participação conjunta dos países membros do MERCOSUL em feiras internacionais. “A China envia para o mundo mais de 1,2 bilhão de turistas e menos de 0,5% deles escolhe o Brasil como destino. Tenho certeza de que se montarmos uma estratégia acertada em conjunto com os nossos vizinhos conseguiremos atrair mais chineses para movimentar as nossas economias, gerar emprego e renda para a população”, completou.

Durante a reunião, os ministros manifestaram apoio unânime para uma candidatura conjunto da Argentina, Paraguai e Uruguai para a realização da Copa do Mundo de 2030.

Assista o video da XIX Reunião de ministros do turismo do Mercosul
https://twitter.com/twitter/statuses/940264927448596480


Por Darse Júnior, enviado à Maceió
*Credito das fotos: Roberto Castro