Home Sul Rio Grande do Sul Meios de hospedagem se reúnem com Prefeito e Vereadores para discutir projetos para Porto Alegre

Meios de hospedagem se reúnem com Prefeito e Vereadores para discutir projetos para Porto Alegre

5 min read
0
391

 

PORTO ALEGRE/RIO GRANDE DO SUL – BRASIL – Aproximação e diálogo entre o legislativo e o executivo sobre projetos fundamentais para a capital gaúcha na área de infraestrutura foram tratados durante o café da manhã promovido pelo SINDHA – Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região na sede da entidade. (Foto acima: Presidente do Sindicato, Henry Chmelnitsky e o Prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan Jr -Foto: Ricardo Giusti/PMPA).

 O prefeito, Nelson Marchezan Jr., o presidente da Câmara Municipal, Valter Nagelstein, e 16 vereadores estiveram presentes no encontro para discutir propostas de grande impacto na cidade, como a revisão da planta do IPTU, autorização para Parcerias Público Privadas voltadas aos serviços fornecidos pelo DMAE e pessoas em situação de rua.

Lado a lado trabalhando juntos

“Nós temos que estar lado a lado, trabalharmos juntos. Esta é a bandeira que o SINDHA levantou para este ano. E os dois poderes têm que encarar os problemas juntos. Separados não vamos a lugar nenhum”, destacou o presidente do Sindicato, Henry Chmelnitsky. Para o dirigente, a capital gaúcha necessita de aproximação entre os vereadores e o prefeito tendo em vista a urgência na resolução de problemas que a cidade enfrenta.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Valter Nagelstein, enfatizou que o parlamento necessita de tempo para trabalhar em cima de projetos que são propostos pelo executivo. “Se tivermos o tempo adequado, em agosto ou setembro desse ano, o assunto IPTU já poderá estar decidido”, disse o parlamentar. O vereador frisou ainda que o legislativo vai trabalhar em cima da possível Parceria Público Privada no DMAE e que “estão dispostos a enfrentar essas questões com o tempo adequado”.

Pensar no interesse público

Marchezan iniciou lembrando que o dever de todo político é pensar no interesse público. Destacou o desafio gigante que Porto Alegre tem para se reestruturar, principalmente por estar impedida de obter financiamentos internacionais após o anúncio de rebaixamento no índice do Boletim de Finanças dos Municípios do Tesouro Nacional, caindo do grau B para o C. “Porto Alegre está falindo e só há uma saída que todos conhecem e que é praticada em diversos lugares do mundo”, disse o prefeito, referindo-se à privatização. O chefe do executivo municipal ainda complementou que se 10% das entidades se mobilizassem para propor melhorias, todo trabalho de diálogo e resolução dos problemas se tornaria mais fácil, pois estaria dando espaço ao coletivo e aos interesses da população de Porto Alegre.

Entrega de estudo econômico

Além disso, o Sindicato entregou um estudo econômico mostrando o cenário do setor em 2017. Novos encontros foram propostos para que o debate continue entre o legislativo e executivo. “Nós fazemos o que é a nossa obrigação. A nossa categoria só vai ser forte se a cidade estiver forte”, finalizou Chmelnitsky.

O presidente do Sindicato dos Hotéis de Porto Alegre e Conselheiro da Rede Plaza de Hotéis, Carlos Henrique Schmidt, participou do evento.

FONTE: SINDHA – Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região