Home Opinião José C. de Araújo - CE O General Inverno do Ceará

O General Inverno do Ceará

5 min read
0
50

FORTALEZA/ CEARÁ – Sobejamente se sabe que o Ceará, faz tempo, é castigado por longos períodos de seca braba, ocasionando mortes incontáveis e pungentes retiradas de seus sertanejos em procura de terra melhor para viver. Em prosa e verso se contou a dolorosa sina da gente que vivia da lavoura e do gado, da terra para sua sobrevivência. Felizmente, ao longo dos anos, de modo lento mas ocorrendo, políticas públicas foram contornando a situação, minimizando os graves problemas da falta de chuvas no Estado.

Contudo, de forma diferente, ainda hoje o homem do interior é castigado quando atravessamos grande período de estiagem. Os avançados meios de comunicação de agora fartamente contam os malabarismos das autoridades para contornar o sofrimento da gente do interior, com consequências sérias para todo o Estado, e que vive do campo quando as chuvas são escassas, como ocorreu seis anos antes de 2018. Este resumidíssimo relato serve para externar a alegria que o cearense está estampando no rosto em razão do ótimo inverno que hoje vivemos. No ano passado, as chuvas já foram generosas em muitos municípios, contudo não tão abundantes para recompor o estrago nos açudes de grande e médio porte, como o Castanhão, o Orós, o Banabuiu e outros mais. Mas as águas que banham o Estado desde janeiro são abundantes, prenunciando que, felizmente, a fartura está surgindo, com feijão verde e milho à vontade nas mesas de pobres e ricos. É a natureza generosa abrindo o largo sorriso da população.

Previsão de um bom inverno

A Funceme (órgão que monitora o tempo) prevê que teremos um bom inverno este ano. Inverno sim pois por aqui só temos duas estações: inverno e verão. Não “sabemos” o que é outono e primavera. E inverno por aqui é tempo de chuva, não de gelo e outras coisas mais. Para felicidade de todos, felizmente o inverno cearense até agora não causou eventos fatídicos como em Minas Gerais e Espírito Santo. Em alguns dos 184 municípios que temos já houve precipitações torrenciais, de mais até de 80 milímetros. Registrou-se desabamento de residências, ruas parecendo rios, árvores e ribanceiras caindo. Entretanto, graças aos bons fados, não foram assinaladas mortes em razão da chuvarada. E clamamos aos céus que assim continue até quando o nosso inverno terminar, lá para os finais de maio. Que os açudes transbordem ou recebam boa carga de água, os campos sejam receptivos ao plantio, os rios e riachos voltem a cumprir seu papel de alegria de todos nós. Assim como se dizia ser o Rio Nilo o dom do Egito, nós daqui da terrinha querida e abençoada clamamos aos céus que o General Inverno permaneça nos enchendo de alegria.

Fonte: Diretor/Editor do Jornal ROTA DO SOL/CE
Jornalista José Carlos de Araújo-(Rg.149-1-37-52 DRT-CE)|
E-mail: j.carlos.araujo@bol.com.br – Fortaleza – Ceará