Cuidado com JERI

5 min read
0
33

CEARÁ/RECIFE – BRASIL – Merecidamente, Jericoacoara está na “crista das ondas”. Com poucos anos mostrada para o mundo como um dos destinos brasileiros mais encantadores, foi após a publicação da Washington Post Magazine, parte do jornal Washington Post, que a linda praia do litoral oeste do Ceará passou a ser frequentadacom assiduidade por brasileiros e muito mais estrangeiros.

Dalí em diante, a corrida tem sido intensa. O pequeno litoral praiano do município de Jijoca de Jericoacoara, limitado pelo mar, praia exótica e dunas imensas ganhou fama ligeiro. O comércio principalmente de artesanato se expandiu, os meios de hospedagem sofisticados chegaram e uma euforia geral dominou o lugar. Nos dias últimos, com a construção do Aeroporto Comandante Ariston Pessoas nas suas vizinhanças, no município de Cruz, Jericoacoara firmou-se mais como “um paraíso terrestre” cobiçado. Mais ainda, complementado após a ANAC autorizar que voos charter da CVC, que contratou a Gol, ali chegassem por um ano, conduzindo de São Paulo, semanalmente, cerca de 190 passageiros.

Companhia aérea AZUL

A companhia aérea Azul também já pode transportar passageiros, partindo do Recife, com voos regulares semanais, também levando turistas e passageiros outros para Jeri. Outras empresas aéreas como a Gol e a Latam também já estão com planos para ali ter pousos e decolagens frequentes ainda este ano. Não se pode negar que o novo polo Jericoacoara está dando um passo muito largo para se consolidar totalmente como o maior destino turístico não apenas do Ceará como de todo o Nordeste. Para nós isto não é só bom, é ótimo. Mas, há de se ter cuidado com a condução do andor. Se logo de agora não se atentar para a preservação desta joia turística, logo mais tudo se acabará. Será preciso mão de ferro não apenas do governo do Estado como do Instituto Chico Mendes para que, em pouco tempo, o ambiente não se degrade completamente.

A perda do charme

Já há tempos nota-se que Jericoacoara vem perdendo muito do seu charme por conta da cobiça de empresários, balbúrdia no trânsito e outras coisitas mais. Portanto, a hora de agir é agora. Que pela cobiça não se mate a galinha de ouro. Há anos, aquela mensagem poética de Friedrich Rückert já dizia isto: “O coração tem dois quartos:/ Moram ali sem se ver/ Num a Dor, noutro o Prazer/ Quando o Prazer no seu quarto / Acorda cheio de ardor, / No seu, adormece a Dor…/ Cuidado, Prazer! Cautela, / Canta e ri mais devagar, / Não vá a dor acordar”. Perdoem-me a pieguice, mas o apelo tem um propósito. Como o Arquipélago de Fernando de Noronha, não seria a hora de se limitar o número de turistas que teriam acesso, semanalmente, a Jeri?

FONTE: Jornal ROTA DO SOL – Diretor/Editor:
Jornalista José Carlos de Araújo (Rg.149-1-37-52 DRT-CE)
Fone: (85) 3244-4847 – e-mail :  
  j.carlos.araujo@bol.com.br    
FORTALEZA – CEARÁ – BRASIL
Carregar artigos relacionados
Carregar mais por sierramaradmin
Carregar mais em José C. de Araújo - CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificar também

Fim de semana ao som das orquestras no Centro Histórico

  SALVADOR/BAHIA – BRASIL – Sábado (21) e domingo (22) tem orquestra tocando na…