Home Sudeste Minas Gerais Vesperata em Diamantina

Vesperata em Diamantina

13 min read
0
384

 

BELO HORIZONTE/MINAS GERAIS – BRASIL – Confira as datas da Temporada 2018 da Vesperata Diamantina: 08 e 29 de abril, 06 e 27 de maio, 10 e 24 de junho,01, 15 e 29 de julho, 05, 19 e 26 de agosto,02 e 23 de setembro e 13 e 20 de outubro. O nome Vesperata é oriundo das práticas musicais da Diamantina do século XIX, quando, no período das vésperas – parte da Liturgia das Horas, celebrada entre 15h e 18h – músicos tocavam seus instrumentos das sacadas dos casarões antigos para impressionar os transeuntes que iam e vinham lá embaixo. (Foto acima: A Vesperata atrai pessoas de Minas Gerais e outros estados nas ruas de Diamantina). 

A histórica Rua da Quitanda é o palco das Vesperatas de Diamantina, a partir das 20h. Por duas horas e meia, músicos de diferentes idades – muitos deles formados em projetos sociais – empunham instrumentos musicais das sacadas de construções seculares, que guardam parte da história do antigo Arraial do Tijuco – hoje Diamantina.

Do meio da rua, sobre as pedras centenárias, os maestros regem a sinfonia. O som ecoa pelas esquinas que testemunharam, também, o amor do contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira pela mulata e escrava Chica da Silva, a quem ele libertou e tomou como sua rainha. Consulte as agências de viagens para os pacotes a Diamantina

Hospedagem e alimentação foram os que mais empregaram no turismo em 2017

O número de pessoas ocupadas formalmente no turismo ano passado atingiu 2.921.314, com predominância dos empregos no segmento de hospedagem e alimentação (1.907.086 pessoas ocupadas, o que significa 65,3% do total).

Os dados são do estudo inédito Empregabilidade no Turismo, produzido pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. De acordo com a CNC, as atividades inerentes ao turismo vêm sendo afetadas pelas condições da economia, como a queda da procura. Os ajustes orçamentários e as escolhas que as famílias realizaram nos últimos anos devido ao desemprego e à alta dos preços e dos juros atingiram, sobretudo, os ramos das atividades econômicas ligados ao lazer e às necessidades secundárias. Além da situação econômica, o crescimento da violência tem afugentado investimentos e provocado redução na receita decorrente da vinda de turistas estrangeiros.

O movimento nos aeroportos no Brasil vem crescendo nos últimos dois anos

O presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), Alexandre Sampaio, destaca a importância da atividade e a capacidade que os segmentos de alimentação fora do lar e os meios de hospedagem têm de reagir rapidamente às medidas na área econômica e mostrar resultados quando o cenário é favorável.

“Um exemplo disso é a implantação do visto eletrônico. Feito pela internet em qualquer lugar e com tempo de resposta inferior a 72 horas é uma verdadeira abertura de nossas portas ao turismo internacional que já mostra resultados”, comenta ele, citando dados do Ministério das Relações Exteriores que no primeiro balanço feito após a adoção do sistema nos Estados Unidos, foi registrado um aumento de 70% nos pedidos de visto daquele país.

Regionalmente, o estudo aponta crescimento do emprego no Centro-Sul, com destaque para São Paulo (7.481 postos criados), Goiás (1.864 vagas), Paraná (1.301) e Santa Catarina (1.092). No Nordeste, sobressaíram Ceará (773) e Piauí (498).

Rio de Janeiro

Na contramão, o Rio de Janeiro lidera o ranking com saldo negativo de vagas, com menos 19.628 postos de trabalho na comparação de 2017 com 2016. a violência e a crise financeira no Estado constituíram os fatores adicionais que vêm afetando o turismo no Rio. “É lamentável que isso esteja acontecendo com o Rio de Janeiro, a principal porta de entrada para o turismo internacional no Brasil. Essa situação afeta o turismo do país como um todo”, avalia.

Desemprego

Entre os segmentos pesquisados, transporte de passageiros foi o principal responsável pelo desemprego no setor (-14.008) em 2017, seguido dos serviços de cultura e lazer (-1.183). Já os segmentos de agentes de viagens (+1.701) e restaurantes e similares (+1.890) refletiram a recuperação do consumo e do crescimento econômico.

Para ter acesso à integra do estudo, clique aqui:
http://cnc.org.br/ – /economia/empregabilidade-no-turismo-2017  

O 17° Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira – Edição Serra do Cipó

O melhor aeroporto do Brasil, recebe o principal evento da hotelaria mineira. O 17° Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira – Edição Serra do Cipó, será no dia 25 de Maio no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte – Confins /MG,

Uma parceria da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação – FBHA, Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau e BH Airport. @ Aeroporto De CONFINS.

O representante da FBHA- Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação, Marcos Valério Rocha apresentou aos membros do Conselho Estadual de Turismo de Minas Gerais o projeto do evento do Encontro da Hotelaria e Gastronomia Mineira, durante a reunião mensal do conselho no começo deste mês.

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte

Maquiné Park Hotel

Piscina de cascata no Maquiné Park Hotel

Localizado a apenas 90 Km de BH, o Maquiné Park Hotel oferece aos hóspedes muita área verde, piscina de toboágua, cascata e quente, cardápio variado coma deliciosa culinária mineira, recreadores e muitas diversões.

  Informações: www.maquineparkhotel.com.br
Teleone: 31 3714 6288

Fórum Gramado de Estudos Turísticos

A Matriz de São Pedro e o centro de Gramado atrai os turistas pelas
construções e belos restaurantes e lojas de chocolates

O Fórum Gramado de Estudos Turísticos, que acontece entre os dias 12 e 14 de abril de 2018 já está com as inscrições abertas através do site www.forumgramado.com.br. A proposta do evento é trabalhar o turismo como ciência sustentável em diversos destinos.

O Fórum vai oferecer conhecimento, com bases acadêmicas e práticas, aos que se voltam à prática do turismo. Desta forma vai oferecer palestras e debates de turismólogos, economistas, empresários, filósofos, estudiosos e grandes pensadores que abordarão o turismo como tema central.

Realização

O Fórum Gramado de Estudos Turísticos é uma realização do SindTur Serra Gaúcha e conta com o apoio da Prefeitura de Gramado e da Câmara de Vereadores de Gramado. O evento é direcionado aos players do turismo nacional, aos dirigentes de destinos turísticos, aos legisladores, ou seja, aos que possuem ferramentas para a implantação de diretrizes em suas comunidades.

Cabe ressaltar que os estudantes de turismo também são foco do evento, que se propõe a debater temas acadêmicos e suas execuções práticas. www.forumgramado.com.br – Entre os palestrantes, já estão confirmadas as presenças de Daren Liboneti, vice-presidente do MGM Resort Las Vegas, de Nuno Sousa Pinto, vice-presidente de operações do Rock In Rio USA e do publicitário Luiz Grottera, especializado em elaborar o branding de destinos turísticos.

Organização

Além de contar com a coordenação de importantes lideranças empresariais e políticas de Gramado, o Fórum Gramado de Estudos Turísticos contará com organização de Rossi & Zorzanello Feiras e Empreendimentos, responsável pelo Festival de Turismo de Gramado, que acontece com sucesso há quase três décadas.

Coluna: Minas TURISMO Gerais – Jornalista Sérgio Moreira
INFORMAÇÕES para: sergio51moreira@bol.com.br