Home Centro-Oeste Distrito-Federal Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

Aeroportos de Vitória, Curitiba, Campinas e Brasília ganham prêmio de melhores do país

5 min read
0
167

BRASILIA/DISTRITO FEDERAL -Os aeroportos de Vitória (ES), Curitiba (PR), Campinas (SP) e Brasília (DF) foram reconhecidos como os melhores terminais do país. O resultado consta da edição 2020 do Prêmio Aeroportos + Brasil, realizado pelo Ministério da Infraestrutura e que teve os vencedores anunciados durante cerimônia nesta terça-feira (03.03), em Brasília.

A seleção se baseia nos dados da Pesquisa de Satisfação do Passageiro, coletados ao longo de 2019, na qual os terminais são avaliados com notas de 1 (muito ruim) a 5 (muito bom) e classificados em três categorias. Vitória alcançou 4,64 e levou o prêmio no grupo de até 5 milhões de passageiros/ano. Curitiba e Campinas empataram com 4,74 – nota mais alta do país – e dividiram o prêmio na divisão de 5 a 15 milhões/ano. Brasília, por sua vez, atingiu 4,48 e ficou em primeiro na classe acima de 15 milhões/ano.


Bob Santos entregou a  premiação ao Aeroporto do Galeão no Rio de Janeiro,Foto: Edsom Leite ASCOM

O secretário nacional de Integração Interinstitucional do Ministério do Turismo participou do evento e entregou um dos prêmios. Segundo Bob Santos, o reconhecimento da qualidade dos aeroportos mostra que o Brasil compete de igual para igual com outros terminais do mundo. “Além disso, a experiência de deslocamento do passageiro se torna muito mais agradável. Os aeroportos são portas de entrada do nosso país, e entregar aos visitantes um serviço de qualidade faz com que eles retornem e indiquem o destino, atraindo cada vez mais turistas”, destacou Santos.

O terminal de Florianópolis (SC) foi reconhecido como o “aeroporto que mais evoluiu” em 2019, com um crescimento de 13,6% na pontuação. Para o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, a melhoria dos serviços aos usuários é perceptível no setor. “Estamos na direção correta com as concessões, na questão regulatória, enfrentando o custo do querosene de aviação, fazendo investimentos para o crescimento da aviação regional. Temos uma engrenagem muito bem azeitada trabalhando em prol da aviação civil, que tem tudo para crescer. Esse serviço vai ser cada vez mais universalizado”, apontou Freitas.

Já o secretário nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, ressaltou que a avaliação dos aeroportos incentiva a busca por avanços. “O prêmio, assim como a Pesquisa de Satisfação do Passageiro, estimula os operadores a prestarem sempre o melhor serviço, ao estabelecer parâmetros de excelência, que também servem para dar transparência à situação dos terminais, a partir do ponto de vista dos próprios usuários”, observou Glanzmann.

Fonte: MinTur
Por Vanessa Castro, com informações do Ministério da Infraestrutura
Edição: André Martins