Home Ibero-America Argentina Apresentaram-se as mudanças metodológicas implementadas pelo Observatório de Turismo de Reuniões da Argentina

Apresentaram-se as mudanças metodológicas implementadas pelo Observatório de Turismo de Reuniões da Argentina

6 min read
0
187

Apresentaram-se as mudanças metodológicas implementadas pelo Observatório de Turismo de Reuniões da Argentina

 

BUENOS AIRES/ ARGENTINA – A Argentina é uma referência mundial em Turismo MICE e líder na região, segundo o último ranking do ICCA. Por isso, e com o olhar sempre posto no turismo pós-pandemia, o Instituto Nacional de Promoção Turística (INPROTUR), liderado por seu secretário executivo, Ricardo Sosa, participou da Atualização de Parâmetros de Validação do Observatório Econômico de Turismo de Reuniões integrado pelo INPROTUR, pela Universidade de Buenos Aires (UBA) e pela Associação Argentina de Organizadores e Provedores de Exposições, Congressos, Eventos e Burôs de Convenções (AOCA) Centro de Exposições e Convenções (CEC) da Cidade de Buenos Aires ( Foto ilustrativa).

etivo do encontro, que contou com cerca de 250 participantes, passou por determinar importantes mudanças metodológicas na validação estatística dos eventos de turismo de reuniões em todo o país, que beneficiarão as províncias que integram a chamada Equipe País e que colaboram na medição do impacto econômico dos congressos, convenções e feiras.

“Não vamos relaxar na pandemia”

 

O Secretário Executivo do INPROTUR, Ricardo Sosa -acompanhado pelo presidente da AOCA, Fernando Gorbaran-, liderou a participação do instituto nesta importante apresentação, que hierarquiza ainda mais a oferta de nosso país, que é líder na América Latina.

“Nós não vamos relaxar na pandemia. Vamos ser ainda melhores. Trabalhamos fortemente, com protocolos sanitários, e realizamos inúmeras reuniões de equipe para que, assim que as condições sanitárias permitirem, voltarmos ao jogo perfeitamente preparados. O ministro Matías Lammens está convencido de que o Turismo de Reuniões é fundamental não só pelo aspecto econômico, mas para romper a estacionalidade e na geração de trabalho. Nós do INPROTUR continuamos trabalhando de maneira constante e isso se vê refletido nos resultados obtidos.  Temos que continuar unidos como estamos sendo e olhar para o futuro”, destacou Sosa.

O encontro foi liderado pelo Presidente da AOCA, Fernando Gorbarán, pelo diretor executivo da entidade, Matías Sket, pelo Diretor de Produtos Turísticos do INPROTUR, Pablo Sismanian, e pelos representantes do Observatório da UBA, Pablo Singerman e Camilo Makon.

 

Durante o evento, foram apresentadas uma série de propostas de mudanças metodológicas com base na análise dos trabalhos realizados durante o último tempo com sugestões, contribuições realizadas pelas províncias e o ordenamento com base em tendências internacionais quanto à medição e validação de eventos de reuniões. Além disso, foram estabelecidas melhorias na classificação de reuniões segundo a categoria, isto significa que antes os eventos eram classificados segundo a agrupação, enquanto agora será segundo a origem. Isto permitirá captar e analisar as reuniões que são realizadas de acordo com cada necessidade.

Apesar da adversidade produzida pela pandemia, é importante mencionar as ações realizadas junto com a AOCA. Durante o segundo semestre de 2020, realizou-se o Programa de Capacitação em Viagens de Incentivos e Eventos Motivacionais, que constou de 40 seminários divididos em 5 segmentos e alcançou a quase 700 representantes do setor público e privado de nosso país. A isto se somou que em dezembro de 2020 se iniciou o programa de reativação Reencontrar-se, que está focalizado nos eventos associativos e que consiste em mais de 70 capacitações e oficinas, e cujo objetivo é gerar mais de 100 postulações regionais para os próximos meses.

Buenos Aires – Foto meramente ilustrativa
Fonte: INPROTUR/AR