Home Ibero-America Argentina Avança investimento privado de U$S 22 milhões no Cerro Catedral de Bariloche

Avança investimento privado de U$S 22 milhões no Cerro Catedral de Bariloche

5 min read
0
207

BUENOS AIRES/ ARGENTINA – O Secretário Executivo do INPROTUR, Ricardo Sosa, se reuniu em Bariloche com o Gerente Comercial de Catedral Alta Patagonia (concessionária dos serviços do Cerro Catedral), Manuel Pérez Diez, para repassar os avanços do masterplan de investimento por U$S 22 milhões em 5 anos, que beneficiará em um futuro próximo o turista estrangeiro com novos serviços relacionados com o turismo de esqui e neve, assim que a situação sanitária permitir e as fronteiras se reabrirem.

Nesse contexto, o investimento privado determinado pelos concessionários, receberá também como apoio a promoção turística internacional do Inprotur nos principais mercados emissores de visitantes estrangeiros, como Brasil, Colômbia e Estados Unidos, entre outros, para continuar consolidando o produto neve e esqui.

Nesse sentido, deve-se destacar que nesta temporada de neve, destinada ao turista nacional, habilitou-se um serviço exclusivo no andar superior do refúgio Lynch destinado a famílias com sistema all inclusive com uma capacidade de 40 pessoas, que se soma ao tradicional serviço para esquiadores a 2.180 metros de altura sobre o nível do mar. Ali, Sosa e Perez Diez se reuniram com os encarregados do refúgio, Martin Diaz Varzilio e Maximiliano Martinez Almudevar.

Teleféricos

No que se refere às obras do Masterplan, na França já se iniciou a fabricação dos teleféricos quádruplos que formarão um dos três novos meios de elevação e na montanha já estão colocadas as bases para esses novos meios de elevação.

Perez Diez explicou que neste masterplan o projeto se baseia em realizar uma nova coluna vertebral no centro da montanha, combinando a fabricação técnica de neve, o desenvolvimento de pistas e novos meios de elevação. Os novos meios de elevação de última tecnologia transportarão uma maior quantidade de pessoas e potencializarão as superfícies esquiáveis, será instalada um novo teleférico sêxtuplo, dois novos teleféricos quádruplos e serão refuncionalizados dois teleféricos duplos, além de outras obras para garantir neve do setor de Praça à Base.

Ele acrescentou que estas obras serão acompanhadas com o traçado de uma nova pista que unifique a circulação do terço superior até a base, garantindo a possibilidade de descer esquiando.

Complexo de esqui mais desenvolvido da América do Sul

Por outro lado, Sosa destacou que “Cerro Catedral é o complexo de esqui mais desenvolvido da América do Sul, oferece 1200 hectares esquiáveis que se dividem em 60 pistas. Além disto, conta com bosques e cânions que oferecem vistas impactantes. Estas questões mais as obras que começaram a se desenvolver, continuarão nos posicionando como um dos países líderes no turismo de neve e esqui. Também devemos destacar o trabalho que as áreas de Turismo e Ente tanto de Bariloche quanto de Rio Negro vêm realizando para continuar posicionando este produto turístico”.

Foto: Divulgação
Fonte: INPROTUR/AR