Home Centro-Oeste Distrito-Federal Em live, ministro do Turismo fala do cenário pós-pandemia

Em live, ministro do Turismo fala do cenário pós-pandemia

4 min read
0
325

BRASILIA/ DISTRITO FEDERAL – ( Por Lívia Nascimento ) – Encontro reuniu lideranças do turismo para discutir os impactos no segmento. Crédito: Roberto Castro/MTur

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, participou na manhã desta quinta-feira (28.05) de live promovida pelo Conexão Empresarial, da VB Comunicação, para falar dos impactos do coronavírus na cadeia do turismo brasileiro e o cenário para o setor pós-pandemia. Participaram do debate o sócio-fundador da CVC e Chairman do Grupo GJP, Guilherme Paulus; o CEO da BH Airport, Marcos Brandão; a fundadora e CEO da Vert Hotéis, Érica Drumond; o gerente-geral do Hotel Mercure, Rodrigo Mangerotti; e o Secretário de Cultura e Turismo de Minas, Leônidas Oliveira.

Durante sua fala inicial, o ministro fez uma retrospectiva do bom momento vivido pelo setor em 2019, com recorde de crescimento econômico, geração de novos empregos e conquistas históricas, como a transformação da Embratur em Agência Nacional de Promoção do Turismo Brasileiro. Marcelo Álvaro Antônio lembrou que a pandemia provocada pelo novo coronavírus pegou o setor de surpresa e ressaltou a rapidez da Pasta para tratar o tema.

“Imediatamente após a confirmação do primeiro caso de coronavírus, convoquei uma reunião extraordinária do Conselho Nacional do Turismo para tratar do assunto e iniciamos o trabalho de medidas para ajudar o setor que é um dos mais impactados em todo o mundo”, contou o ministro.

Ajuda para o setor

Álvaro Antônio salientou as publicações das Medidas Provisórias para ajudar o setor neste momento de crise e falou do potencial turístico do país e de como ele ajudará o Brasil a se recuperar da crise econômica pós-pandemia. “Estamos trabalhando em um plano de retomada que prevê, entre outras ações, o incentivo e a valorização do turismo rodoviário e a integração dos modais de transporte. Os brasileiros vão valorizar cada vez mais nossos destinos durante a retomada da atividade e queremos oferecer todas as condições para que isso ocorra da melhor forma”. concluiu.

O CEO da BH Airport, Marcos Brandão, registrou o impacto da pandemia nos números de passageiros no terminal, que passou de 35 mil para 3 mil. Brandão apoiou a iniciativa do MTur em investir na conectividade dos modais, ressaltando o interesse do aeroporto em desenvolver um terminal rodoviário para incremento do turismo no estado, com foco nas cidades históricas.

Foto: Encontro reuniu lideranças do turismo para discutir os impactos no segmento. Crédito: Roberto Castro/MTu
Fonte: MTur
Edição: Rafael Brais