Home Sul Rio Grande do Sul Gramado passado a limpo por Miron Neto

Gramado passado a limpo por Miron Neto

9 min read
0
205

GRAMADO/ RIO GRANDE DO SUL – Sem público junto ao Palácio dos Festivais e sem celebridades ao lado da estatueta de premiação, o Kikito, começou sexta-feira (13) a 49ª edição do Festival de Cinema de Gramado. Pela segundo o ano, por causa da pandemia de covid-19, o evento não será presencial.

Até o dia 21 de agosto, a programação do festival – com filmes, entrevistas, debates e o Gramado Film Market, dedicado ao mercado audiovisual – será transmitida pela internet e pelo Canal Brasil.

Um dos curadores do Festival, Marcos Santuário diz que será um festival de alta qualidade, pois boa parte dos filmes já havia sido rodado antes da pandemia. Ficou pendente somente a edição dos filmes, o que ocorreu neste período entre 2020 e o início de 2021.

O Festival deste ano deverá ter um custo de R$ 1,1 milhão, de acordo com o diretor de eventos da GramadoTur, Diego Scariot.

Foto: 45º Festival de Cinema de Gramado 2017 – 17/08/2017
Decoração do Tapete Vermelho na Rua Coberta – Troféu Kikito
– Crédito Diego Vara / Pressphoto

Hotel Wyndham bate recorde de faturamento em julho


Foto crédito: Site oficial

O Wyndham Gramado Termas Resort & Spa registrou em julho o melhor mês de faturamento desde a abertura do resort em 2019. Além deste resultado, o resort obteve no primeiro semestre de 2021 aumento de 89% em vendas de apartamentos e aumento de 76% na receita de hospedagem na comparação com o ano passado. “O desempenho neste primeiro semestre foi muito positivo, especialmente porque nos três primeiros meses de 2020 a pandemia ainda não havia chegado ao Brasil. E agora o mês de julho superou todas as nossas expectativas, mesmo com a restrição de vendermos 75% do inventário”, revela o gerente geral do Wyndham, Marc Balanger.

Neste primeiro semestre, o perfil predominante de hóspedes no Wyndham Gramado foram os turistas regionais, que viajam de carro saindo de cidades do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em junho, porém, já foi possível observar uma mudança, com aumento de hóspedes vindos da região Sudeste.

O gerente cita outros fatores que ajudaram no bom desempenho do resort em 2021, como as promoções realizadas e o novo atrativo da região: o Acquamotion, primeiro parque aquático indoor com águas termais da América do Sul, e localizado ao lado do Wyndham Gramado.

Paulo José e Tarcisio Meira


Paulo José e Tarcísio Meira ( Foto divulgação)

A morte do ator e diretor Paulo José, aos 84 anos, na quarta-feira (11), representa a perda de um extraordinário talento brasileiro. Sai de cena, também, um personagem fundamental para a criação do Festival de Cinema de Gramado, que chega a 49 anos de realização de forma ininterrupta.

Entre seus 50 filmes, um foi ambientado em Gramado. Gaudêncio, o Centauro dos Pampas, foi filmado em 1971, e tinha no elenco a sua então esposa Dina Sfat e o eterno vilão José Lewgoy – outra extraordinária figura do nosso festival. A trama do filme era mais ou menos a seguinte: uma quadrilha planeja promover um grande saque em uma cidade do interior gaúcho. O que eles não sabem é que lá vive o fruto do experimento de um cientista maluco – um homem transformado em super-herói.

O filme foi um fracasso, exceto em Gramado. A sua avant première por aqui lotou o Cine Embaixador. A maioria preocupada em ver a si e seus conhecidos em uma época em que as imagens eram mais raras. No documentário Todos os Paulos do Mundo, sobre o ator, lançado em 2018, os realizadores chegaram a assistir 49 filmes protagonizados por Paulo José. Só não conseguiram ver Gaudêncio, pois não foi localizada nenhuma cópia.

Por sua obra, Paulo José foi homenageado com o troféu Oscarito, no Festival de 2000. Ele foi fundamental para a realização do evento, já que quando surgiu a ideia de um Festival na pacata Gramado de então, o primeiro astro lembrado foi ele, pela convivência durante as filmagens de Gaudêncio.

Tarcísio Meira só deixou boas lembranças em Gramado

Morreu quinta-feira (11), aos 85 anos, o ator Tarcísio Meira Ele foi mais uma vítima da Covid-19, apesar de ter sido imunizados com duas vacinas.

Tarcísio Meira e a mulher Glória Menezes foram homenageados em 2005 com o Troféu Oscarito, na 33ª edição do Festival de Cinema de Gramado. Era um reconhecimento aos 40 anos de carreira e parceria da dupla. De tempos em tempos, o casal passava uma temporada em um spa da cidade.

Tarcísio Meira era uma pessoa bastante simples e cordial, como puderam constatar gramadenses que tiveram o privilégio de conviver com este gigante da televisão e do cinema, entre os quais eu me incluo. Tive o prazer de organizar um almoço em homenagem a Tarcísio e Glória, em 2005, onde o Estado e o Município prestaram homenagens ao casal.

Fonte: Miron Neto