Home Nordeste Ceará Parabéns Fortaleza, 295 anos.

Parabéns Fortaleza, 295 anos.

7 min read
0
63

BRASILIA/ DISTRITO FEDERAL -O dia 13 de abril é dia de orgulho para os cearenses. A data celebra o aniversário da capital, Fortaleza, que completa 295 anos de história. Uma das cidades mais populosas do Brasil, “Fortal” é conhecida pela diversidade de praias, opções de lazer, rica gastronomia e cultura apaixonante.(As praias de Iracema (acima) e a do Futuro (abaixo) são das mais famosas da capital cearense. Crédito: Jade Queiroz/MTur)

E diante de tantos atrativos, o guia de turismo local Josué Pereira de Sousa dá dicas aos visitantes do que não pode deixar de ser visto e apreciado em uma visita à capital do Ceará.

Uma das atrações imperdíveis é a visita à Fortaleza de Nossa Senhora de Assunção, responsável pela origem do nome da cidade, que se desenvolveu ao redor do monumento. Construída em 1649 pelos holandeses para impedir invasões no período do descobrimento, a fortaleza já foi chamada de Schoonenborch, mas teve o nome alterado pelos portugueses.


Fortaleza (CE) completa 295 anos. Crédito: Jade Queiroz/MTur

A história da cidade continua a ser contada em um passeio pelo centro, onde estão prédios, monumentos e praças que datam do século 19. A Catedral Metropolitana, conhecida como Paróquia São José, demorou 40 anos para ser finalizada e impressiona os visitantes com torres de 75 metros de altura e vitrais coloridos que ilustram personagens bíblicas e símbolos religiosos.

A poucos metros dali, está o Mercado Central, parada obrigatória para se encantar com a cultura cearense. Considerado um dos maiores centros comerciais de artesanato do país, lá é possível encontrar, nas mais de 500 lojas, arte em couro, renda de bilro, artigos para decoração e muito mais.

O guia de turismo Josué não abre mão de destacar outros atrativos culturais da cidade, como o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura. ( Foto Jade Queiroz, Mtur). Um dos mais importantes centros culturais e turísticos brasileiros, o espaço homenageia através do seu nome a Francisco José do Nascimento, o Chico da Matilde, relevante personalidade abolicionista dos anos de 1800. São 14,5 mil metros quadrados de área construída para vivenciar a arte e a cultura, com mostras de arte contemporânea, planetário, cinema e teatro.

O Theatro José de Alencar também se destaca entre as atrações culturais. Construído em 1910, o edifício homenageia o célebre escritor cearense e conta com uma biblioteca e uma galeria de arte, além de 800 lugares distribuídos em três andares de construção. “O passado da cidade está inscrito nas letras de José de Alencar, Adolfo Caminha e Rachel de Queiroz”, lembra o guia de turismo Josué.

Praias paradisíacas

Impossível falar de Fortaleza e não citar as belas praias da região. Conhecida como a “Terra do Sol”, a cidade é um importante destino de Sol e Mar do país, pela diversidade natural e calor durante todo o ano. As praias de Iracema, Meireles e Mucuripe são o ponto de encontro dos turistas, onde está localizada a maior parte dos hotéis. A praia do Futuro é uma das mais procuradas pela boa estrutura turística e águas mornas, o que a torna ideal para o banho.

Josué ressalta que, além de todas as atrações imperdíveis de Fortaleza, ainda há muito para se ver em destinos próximos à cidade, como a praia de Porto das Dunas, onde está localizado o Beach Park, as praias de Canoa Quebrada, de Morro Branco, das Fontes, de Cumbuco e de Lagoinha. Ele destaca que a capital cearense também é a porta de entrada para outros destinos incríveis como Jericoacoara, localizada a 300 km de Fortaleza.

Guia de turismo há 13 anos, Josué afirma que a maior qualidade de Fortaleza segue sendo o carisma dos nativos. “Fortaleza tem esse carisma de receber e abraçar a todos, independente de cor, raça e classe social. Eu sou apaixonado por essa cidade onde nasci, me criei. Tenho o imenso prazer de mostrar aos turistas que aqui chegam essa cidade linda e maravilhosa onde me sinto tão bem”, declara com orgulho.

Por Vanessa Castro
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo