Home Centro-Oeste Distrito-Federal WTTC lança novas diretrizes de turismo acessível que se alinham a ações já desenvolvidas pelo MTur

WTTC lança novas diretrizes de turismo acessível que se alinham a ações já desenvolvidas pelo MTur

5 min read
0
206

BRASILIA/ DISTRITO FEDERAL -Com o objetivo de aprimorar a experiência de viajantes com deficiência no mundo, o World Travel & Tourism Council (WTTC) lançou nesta semana novas diretrizes para inclusão e acessibilidade no setor. Distribuídas em pilares, as recomendações vão ao encontro das ações já desenvolvidas pelo Programa Turismo Acessível, do Ministério do Turismo. Lançado em 2012, o projeto busca a inclusão de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida às atividades turísticas no país.

“Assim como exposto no documento, queremos promover a inclusão social e o acesso de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida à atividade turística, de modo a permitir o alcance e a utilização de serviços, edificações e equipamentos turísticos com segurança e autonomia. É um tema que precisa ser tratado de forma inovadora, seja por sua capacidade de geração de negócios e de renda, seja por sua importância competitiva para o setor turístico”, ressaltou a coordenadora-geral de Turismo Responsável do Ministério do Turismo, Rafaela Lehmann.

Além da criação de sistemas e espaços seguros, as diretrizes do documento lançado pela WTTC trazem ainda a necessidade de exemplificar inclusão e acessibilidade e o desenvolvimento de um sistema inclusivo e acessível. Outro destaque é a importância de as empresas criarem um ambiente de respeito em todos os locais e em todas as atividades e, ainda, elaborar estratégias inclusivas de comunicação e marketing para que todas as pessoas se sintam representadas e se envolvam com a marca mesmo antes de efetuar a reserva.

Documento essencial

Para a presidente-executiva do WTTC, Gloria Guevara, o documento é essencial para a inclusão do setor. “O WTTC tem o orgulho de divulgar essas importantes diretrizes que ajudarão empresas de Turismo de todos os tipos a promover ambientes mais acessíveis e inclusivos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, quase todas as pessoas sofrerão de deficiência temporária ou permanente em algum momento de suas vidas, e cerca de 15% da população global vive com alguma forma de deficiência. Portanto, é fundamental que sejamos inclusivos”, disse.

Hoje, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 6,2% da população brasileira possuem algum tipo de deficiência. A acessibilidade é uma preocupação constante do Ministério do Turismo. Uma das ações desenvolvidas pela Pasta é o Programa Turismo Acessível, que prevê ações voltadas à promoção da inclusão social e do acesso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida a atividades turísticas. O trabalho complementa outras inciativas desenvolvidas no âmbito do governo federal para a garantia de condições dignas de vida, a plena participação na sociedade e a igualdade de oportunidades a todas as pessoas com deficiência.

 Por Victor Maciel
Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo